•  http://www.teresaleitao.com.br/wp-content/uploads/2017/06/06.20-AP-CONJUNTA-JUSTICA-EDUCACAO-E-CIDADANIA-GC-2.jpg

    O julgamento sobre a constitucionalidade do Decreto Federal n° 4.887/2003 – que regulamenta a demarcação e titulação das terras dos povos remanescentes de quilombolas no Brasil – motivou audiência pública no dia 20 de junho de 2017, na Alepe. Promovida pelas comissões de Justiça e de Educação e Cultura da Casa, a discussão envolveu representantes dessas comunidades e de movimentos sociais de Pernambuco e de outros Estados.

    FOTO: Rinaldo Marques/Alepe

  •  http://www.teresaleitao.com.br/wp-content/uploads/2017/06/06.20-AP-CONJUNTA-JUSTICA-EDUCACAO-E-CIDADANIA-GC-9.jpg

    O julgamento sobre a constitucionalidade do Decreto Federal n° 4.887/2003 – que regulamenta a demarcação e titulação das terras dos povos remanescentes de quilombolas no Brasil – motivou audiência pública no dia 20 de junho de 2017, na Alepe. Promovida pelas comissões de Justiça e de Educação e Cultura da Casa, a discussão envolveu representantes dessas comunidades e de movimentos sociais de Pernambuco e de outros Estados.

    FOTO: Rinaldo Marques/Alepe

  •  http://www.teresaleitao.com.br/wp-content/uploads/2017/06/06.20-AP-CONJUNTA-JUSTICA-EDUCACAO-E-CIDADANIA-GC-30.jpg

    O julgamento sobre a constitucionalidade do Decreto Federal n° 4.887/2003 – que regulamenta a demarcação e titulação das terras dos povos remanescentes de quilombolas no Brasil – motivou audiência pública no dia 20 de junho de 2017, na Alepe. Promovida pelas comissões de Justiça e de Educação e Cultura da Casa, a discussão envolveu representantes dessas comunidades e de movimentos sociais de Pernambuco e de outros Estados.

    FOTO: Rinaldo Marques/Alepe

  •  http://www.teresaleitao.com.br/wp-content/uploads/2017/06/06.20-AP-CONJUNTA-JUSTICA-EDUCACAO-E-CIDADANIA-GC-54.jpg

    O julgamento sobre a constitucionalidade do Decreto Federal n° 4.887/2003 – que regulamenta a demarcação e titulação das terras dos povos remanescentes de quilombolas no Brasil – motivou audiência pública no dia 20 de junho de 2017, na Alepe. Promovida pelas comissões de Justiça e de Educação e Cultura da Casa, a discussão envolveu representantes dessas comunidades e de movimentos sociais de Pernambuco e de outros Estados.

    FOTO: Rinaldo Marques/Alepe

  •  http://www.teresaleitao.com.br/wp-content/uploads/2017/06/06.20-AP-CONJUNTA-JUSTICA-EDUCACAO-E-CIDADANIA-GC-44.jpg

    O julgamento sobre a constitucionalidade do Decreto Federal n° 4.887/2003 – que regulamenta a demarcação e titulação das terras dos povos remanescentes de quilombolas no Brasil – motivou audiência pública no dia 20 de junho de 2017, na Alepe. Promovida pelas comissões de Justiça e de Educação e Cultura da Casa, a discussão envolveu representantes dessas comunidades e de movimentos sociais de Pernambuco e de outros Estados.

    FOTO: Rinaldo Marques/Alepe

  •  http://www.teresaleitao.com.br/wp-content/uploads/2017/06/06.20-AP-CONJUNTA-JUSTICA-EDUCACAO-E-CIDADANIA-GC-51.jpg

    O julgamento sobre a constitucionalidade do Decreto Federal n° 4.887/2003 – que regulamenta a demarcação e titulação das terras dos povos remanescentes de quilombolas no Brasil – motivou audiência pública no dia 20 de junho de 2017, na Alepe. Promovida pelas comissões de Justiça e de Educação e Cultura da Casa, a discussão envolveu representantes dessas comunidades e de movimentos sociais de Pernambuco e de outros Estados.

    FOTO: Rinaldo Marques/Alepe

  •  http://www.teresaleitao.com.br/wp-content/uploads/2017/06/06.20-AP-CONJUNTA-JUSTICA-EDUCACAO-E-CIDADANIA-RS-14.jpg

    O julgamento sobre a constitucionalidade do Decreto Federal n° 4.887/2003 – que regulamenta a demarcação e titulação das terras dos povos remanescentes de quilombolas no Brasil – motivou audiência pública no dia 20 de junho de 2017, na Alepe. Promovida pelas comissões de Justiça e de Educação e Cultura da Casa, a discussão envolveu representantes dessas comunidades e de movimentos sociais de Pernambuco e de outros Estados.

    FOTO: Rinaldo Marques/Alepe

  •  http://www.teresaleitao.com.br/wp-content/uploads/2017/06/06.20-AP-CONJUNTA-JUSTICA-EDUCACAO-E-CIDADANIA-RS-16.jpg

    O julgamento sobre a constitucionalidade do Decreto Federal n° 4.887/2003 – que regulamenta a demarcação e titulação das terras dos povos remanescentes de quilombolas no Brasil – motivou audiência pública no dia 20 de junho de 2017, na Alepe. Promovida pelas comissões de Justiça e de Educação e Cultura da Casa, a discussão envolveu representantes dessas comunidades e de movimentos sociais de Pernambuco e de outros Estados.

    FOTO: Rinaldo Marques/Alepe