• Belo Jardim: Teresa Leitão critica portaria que apura participação de professores em protesto

Do site da Alepe

A deputada Teresa Leitão (PT) reagiu à portaria publicada pelo diretor-presidente da Autarquia Educacional do Belo Jardim (AEB), Sebastião Cordeiro, para apurar a participação de professores em um ato realizado no dia 26 de agosto na quadra da instituição. Ela defendeu, na Reunião Plenária desta quinta (19), que a medida seja tornada sem efeito e que se abra diálogo “para que se possa dar à autarquia condições de funcionamento à altura do que o povo de Belo Jardim (Agreste Central) merece”.

De acordo com a parlamentar, a AEB passa por dificuldades porque os aportes da prefeitura da cidade são insuficientes. Por este motivo, segundo Teresa, os docentes convocaram a manifestação para discutir os problemas e elencar reivindicações. “A Portaria nº 016/2019, em vez de instituir uma comissão com gestores e professores para buscar uma saída, foi feita para apurar a participação dos docentes na manifestação”, apontou.

“Isso é um absurdo. São professores de nível superior, com uma longa história na autarquia, que não estavam afrontando nenhuma autoridade, ou expondo a instituição. Simplesmente exerciam seu direito de cidadania, de reivindicação, para resolver uma questão que não afeta só o corpo docente, mas também os estudantes”, expressou.

A petista se associou ao vereador de Belo Jardim Bruno Galvão (PT), que fez a denúncia, e também pediu o apoio do deputado estadual João Paulo Costa (Avante), que tem relação política com o prefeito Hélio dos Terrenos, para que ajude a encontrar uma solução.

Notícia anterior

Próxima notícia