• Deputada Teresa Leitão apoia greve dos professores de Olinda

Em vídeo gravado nesta quinta-feira (7), a deputada Teresa Leitão ofereceu seu apoio aos professores e professoras de Olinda, que decretaram greve nesta quarta-feira (6). O movimento paredista é liderado pelo Sinpmol (Sindicato dos Professores da Rede Municipal de Olinda).

Dentre os pontos de sua pauta, os professores de Olinda reivindicam o reajuste do Piso Salarial do Magistério, que neste ano foi fixado pelo MEC (Ministério da Educação) em 6,81% e que é garantido no Plano Municipal de Educação. Também exigem que a Prefeitura cumpra o Plano de Cargos e Carreiras, melhore as condições das salas de aula e entregue as cadernetas para o monitoramento dos estudantes por parte do corpo docente.

A deputada afirmou que a Lei do Piso do Magistério vai completar 10 anos em julho e não recebe atenção devida dos prefeitos. “Uma lei que preserva minimamente a condição salarial dos professores, que preserva a formação e a carreira, mas que os prefeitos, a exemplo do Professor Lupércio, em Olinda, fazem interpretações das mais variadas, mas no final, descumprem a lei”, relatou.

Teresa sugeriu também que o processo de negociação com o Sindicato deve ser valorizado pela prefeitura. “É necessário que se chegue a uma posição negociada que possa atender à pauta que o Simpmol entregou desde o mês retrasado e a Prefeitura de Olinda possa se posicionar”, disse.

“Vocês contam com todo o meu apoio. Aqui fala a deputada, a professora, a olindense e a presidenta da Comissão de Educação. Professores e professoras, trabalhadores em educação, merecem respeito”, disse Teresa Leitão.

Notícia anterior

Próxima notícia