• NO BLOG DE JAMILDO – Decisão de Joaquim Barbosa tem influência zero em Pernambuco

Do Blog de Jamildo

Publicado por Douglas Fernandes

Após o senador Humberto Costa (PT) afirmar ao Blog de Jamildo que a saída do ex-ministro Joaquim Barbosa (PSB) da corrida presidencial torna a aliança com os socialistas no Estado “menos difícil”, a deputada estadual Teresa Leitão (PT) afirmou, por meio de nota enviada ao Blog, que a decisão do ex-ministro tem impacto zero na conjuntura local.

“Joaquim Barbosa saiu de onde não havia entrado. (…) Para mim a influência sobre Pernambuco é zero”, disse a deputada, referindo-se à situação do ex-ministro, que se filiou ao PSB no dia 6 de abril, mas nunca chegou a assumir a candidatura. O que não o impediu de se posicionar bem nas últimas pesquisas de intenção de voto. Fato que, segundo o próprio ex-presidente do STF, acelerou a sua decisão. Ele temia alcançar ainda maior pontuação nos próximos levantamentos.

Na avaliação da parlamentar, que defende a candidatura da vereadora petista Marília Arraes ao governo, a escolha de Joaquim Barbosa em não concorrer ao Planalto – considerada um passo em direção ao apoio do PT à reeleição do governador Paulo Câmara – está sendo bastante comemorada, sem citar nomes dos que reagiram dessa maneira.

Teresa Leitão disse, contudo, que a ala da legenda que defende a candidatura de Marília não consegue ver no anúncio do ex-ministro do STF “nenhum gesto” na direção do partido.

A deputada disse também comemorar a decisão de Barbosa. Para a petista, a possível candidatura do juiz do mensalão era um “balão de ensaio”. O termo está sendo bastante utilizado para apontar candidaturas que não seguirão firmes até as eleições de outubro, seja porque as legendas tentam se valorizar em futuras alianças ou porque o desempenho delas nas pesquisas não anima as siglas a se manterem na corrida pela Presidência da República.

“Estão grandes as comemorações pelo tweet postado pelo ex-ministro Joaquim Barbosa, dizendo que decidiu não ser candidato a presidente da República. Eu também comemoro, mas por um só motivo: é mais um balão de ensaio testado que murcha. Não serviu aos interesses dos que planejaram sua largada”, disparou Teresa Leitão.

Notícia anterior

Próxima notícia